Site chama Rafael Motta de vira-casaca da maioridade penal

A redução da maioridade penal de 18 para 16 anos para crimes hediondos, para homicídio doloso e lesão corporal seguida de morte foi aprovada em primeiro turno pela Câmara dos Deputados, na madrugada desta quinta-feira (2), com votos favoráveis de 323 parlamentares.
Foram 15 a mais que o mínimo necessário. Desses, 24 haviam votado contra ou se abstiveram na sessão da madrugada anterior, quando a PEC (Proposta de Emenda Constitucional) 171/93, que tratava do mesmo tema, foi rejeitada pela Casa.
Para saber os motivos das mudanças de posicionamento que permitiram a aprovação da segunda proposta, o UOL procurou todos os deputados que mudaram de ideia nesta quinta. Alguns deles responderam diretamente à reportagem e outros se posicionaram em redes sociais. Dentre eles, o potiguar Rafael Motta (PROS).
rafael_vira 

Via:Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES