Após 'Carne Fraca', governo anuncia novas regras para produtos de origem animal

Foto: Reprodução / Twitter / Palácio do Planalto
Após a Operação “Carne Fraca”, realizado no último dia 18 pela Polícia Federal, o governo federal anuncia a assinatura de um novo decreto que dispõe sobre o Regulamento da Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (Riispoa). De acordo com o secretário-executivo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Eumar Novacki, é uma atualização do decreto que completa 65 anos. “O Brasil de hoje é diferente do Brasil de 65 anos atrás, e por isso é preciso a atualização”, afirmou Novacki. De acordo com ele, os procedimentos serão adequados às mudanças sanitárias e às atualizações tecnológicas, buscando realizar alterações “importantes para o setor, atendendo demandas do setor ligado a produtos de origem animal”, afirmou. O ministro da Agricultura, Blairo Maggi, comentou a Operação Carne Fraca. De acordo com ele, o Brasil ficou muito ameaçado. “Ficamos em uma posição muito difícil, tivemos que agir muito rapidamente” e que fechar os mercados de exportação implicaria em um “trabalho imenso para reabri-los”. “O governo venceu boa parte da batalha, mas tem outra pela frente, que é a reconquista dos mercados”, afirmou Maggi, que destacou que o decreto é “parte de um esforço para uma fiscalização rigorosa e desburocratização do setor, com transparência e objetividade nas fiscalizações”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES