"GOVERNO PRECIPITADAMENTE JÁ INVIABILIZOU REFORMA DA PREVIDÊNCIA", DIZ RENAN CALHEIROS

 
O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), afirmou no plenário da Casa que o governo do presidente Michel Temer "precipitadamente já inviabilizou" a reforma da Previdência.

A proposta está em tramitação na Câmara dos Deputados. "Eu sempre fui um reformista e acho que o Brasil vive um momento dramático que precisa de reformas, mas o governo precipitadamente já inviabilizou a reforma da Previdência e, se continuar seguindo o mesmo encaminhamento que tem seguido nas reformas. Já inviabilizou o Refis, não houve adesão absolutamente nenhuma. A área econômica quer tratar da reforma do PIS e da Cofins elevando a carga tributária", afirmou.

Renan se manifestou durante discussão sobre a possibilidade de o plenário aprovar regime de urgência para o projeto que endurece as regras do direito de greve, considerado prioridade do governo. O requerimento acabou sendo retirado de pauta pelo presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), após forte pressão da oposição.

Em sintonia com o discurso dos adversários de Temer, Renan fez um apelo a Eunício. "Neste dia, senhor presidente, eu queria que o senhor levasse isso em consideração, com a lealdade da nossa amizade. O Brasil todo está nas ruas. Votarmos exatamente hoje a urgência para essa matéria é um preço que nós não podemos pagar", disse. O parlamentar, considerado fundamental para barrar a proposta, acabou aplaudido pelos oposicionistas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES