09 março 2017

Querem matar José Dirceu

A propósito da nova condenação do ex-ministro José Dirceu, desta vez a 11 anos e 3 meses de reclusão, seu advogado, o criminalista Roberto Podval afirmou, em nota, que “estão matando o Zé Dirceu”, porque “é mais fácil matá-lo do que admitir sua inocência”. Para o advogado, “hoje não se julga mais os fatos e sim o nome de quem aparece na capa do processo”.

Já condenado a 23 anos e 3 meses de prisão em outro processo da Lava Jato, ex-“primeiro-ministro” do governo Lula recebeu a segunda condenação, desta vez de 11 anos e 3 meses de reclusão, ambas proferidas pelo juiz federal Sérgio Moro. Ele foi condenado agora por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Dirceu também foi multado em R$ 774 mil.

“Espero com a teimosia dos burros que nossos juízes voltem a julgar se guiando pela Constituição e não pela opinião pública”, escreveu Podval em sua nota.

Nenhum comentário:

Postar um comentário