COM PSDB NA LAMA, FHC PROPÕE REFORMA POLÍTICA

Na semana em que os senadores Aécio Neves (PSDB-MG) e José Serra (PSDB-SP) foram novamente acusados de receber propinas da Odebrecht, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, um dos principais articuladores do golpe de 2016, que, na sua visão, prepararia o terreno para a volta triunfal do PSDB ao poder, decidiu fazer um "apelo ao bom senso" e propor a reforma política.

FHC defende barreiras aos partidos menores, financiamento público de campanha, candidaturas avulsas, fim do voto obrigatório e início de experimentos com o voto distrital; na prática, foi preciso que a Lava Jato chegasse ao seu próprio partido para que FHC abraçasse a proposta que foi feita pela presidente legítima Dilma Rousseff, assim que foi reeleita.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES