20 abril 2017

Inter supera o rival Corinthians nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

A rivalidade entre Corinthians e Inter ganhou mais um importante capítulo nesta quarta-feira, no jogo de volta da quarta fase da Copa do Brasil. Nos pênaltis, o Colorado levou a melhor sobre o Timão e venceu por 4 a 3 depois de empate por 1 a 1 no tempo normal, em Itaquera – o mesmo placar da partida de ida, em Porto Alegre, na semana passada. O adversário do time gaúcho nas oitavas de final será definido em sorteio na sede da CBF, nesta quinta-feira, às 12h.

Corinthians e Inter voltam a campo no domingo, às 16h, pelas semifinais dos estaduais. O Timão recebe o São Paulo, em Itaquera, depois de vencer o rival por 2 a 0 na semana passada. Agora, portanto, pode até perder por um gol de diferença que avança à final do Paulistão. No Gauchão, o Colorado saiu na frente do Caxias ao vencer por 1 a 0 em Porto Alegre. Em Caxias do Sul, joga pelo empate. Ou pode até perder por um gol de diferença desde que faça gol.

O jogo
Como é praxe, o Corinthians observou o Inter propor o jogo. Mas, dessa vez, foi rápido no ataque e abriu o placar logo aos sete minutos de jogo. Fagner cobrou lateral para área, Jô desviou, e Maycon, com oportunismo, completou para o gol: 1 a 0. O Timão teve ali mais uma, duas chances, na etapa inicial, mas quem tomou a iniciativa foi o Inter. Na base do cruzamento, o Colorado arriscou mais. Foram nove bolas alçadas na área. Mas os gaúchos não conseguiram ter sucesso na missão.

O segundo tempo continuou na mesma pegada. O Inter insistiu nos cruzamentos, e o Corinthians esperou para encaixar um contra-ataque – Rodriguinho teve A chance, mas desperdiçou de cabeça na pequena área. Só que, aos 26 minutos, o Colorado foi premiado por sua persistência. Nico López aproveitou rebote na grande área, após cabeçada de Brenner, chutou cruzado e contou com ajuda de Fagner, que desviou contra o próprio gol. O placar de 1 a 1 levava a decisão para os pênaltis. Só que o Timão queria definir no tempo normal. Clayton e Jô, depois dos 40, tiveram ótimas chances.

Globo Esporte

Nenhum comentário:

Postar um comentário