15 abril 2017

Lava Jato: Mais um delator da Odebrecht cita caixa 2 para Robinson e Fábio Faria

O jornalista Dinarte Assunção divulgou em seu blog neste sábado (15), uma novidade acerca das delações da Odebrecht atingindo políticos do Rio Grande do Norte.
O Governador Robinson Faria e o filho-deputado Fábio Faria aparecem citados em uma nova relação. Desta vez pelo ex-diretor da Odebrecht Ariel Parente.
A procuradores do Rio Grande do Norte, Parente detalhou uma reunião com Robinson e Fábio até então desconhecida no noticiário.
Segundo seu relato, em 2010, ele foi procurado por um interlocutor da família Faria, de quem não se recorda o nome, para uma conversa com o então candidato a vice e o deputado federal.
“Essa conversa se deu na casa deles. Eu conversei com os dois, e eles solicitaram ajuda de campanha para eleição de 2010”, disse Parente.
Ele narrou ainda que levou os pleitos de ambos ao coordenador regional da Odebrecht no Nordeste, João Pacífico, que autorizou o repasse de R$ 100 mil para cada.
Segundo Ariel, a senha foi dada para que dinheiro fosse sacado numa casa de câmbio em São Paulo, já que a de Recife que era utilizado para pagar propinas não tinha dinheiro suficiente em época de eleição.
Ainda de acordo com o delator, a ajuda para Robinson foi a partir da projeção de que ele seria mais forte que Rosalba. O delator, no entanto, diz que o então vice não o ajudou em nada depois de eleito.
No sistema do departamento de propinas, segundo Parente, “Bonitão” era o codinome do deputado federal Fábio Faria; “Bonitinho”, Robinson.

Nenhum comentário:

Postar um comentário