Mineiro sugere ao governo que instale movimento contra a violência

De acordo com o parlamentar, o governador tem que ter a capacidade de fazer uma convocação à população, envolvendo todos os segmentos da sociedade, de todas as religiões, todos os poderes,

Ministério Público, entidades municipais para encontrar um caminho para combater a insegurança que está acima do que já se

É preciso que Governo instale um gabinete de crise na segurança pública, um movimento com todos os segmentos. Essa é a opinião expressada pelo deputado Fernando Mineiro (PT) em pronunciamento na tarde desta terça-feira (18) no plenário da Assembleia Legislativa. Para ele essa é um a das medidas para o combate à violência no Estado.

“A temática que mais interessa à população é a insegurança, com o crescimento do crime de forma violenta no Rio Grande do Norte. É preciso que o Governo instale um gabinete de crise na segurança pública. É preciso prioridade para isso, porque a violência está destruindo o tecido social. A sociedade está paralisada, com a sensação de que tudo que se faz ou se pode fazer é inútil diante dos dados da violência que superam todo o histórico”, afirmou o deputado. presenciou no Estado, historicamente.

“Cada cidadão começa a ter insegurança diante da própria sombra. É a insegurança psicológica. Esse quadro indica uma situação de crise absurda. Repito que é uma prioridade criar esse movimento, pois não adianta ficar repetindo o que vai fazer, porque a realidade não está acontecendo. É preciso convocar os outros poderes e as universidades para integrarem esse movimento. É preciso mostrar grandeza e não fraqueza”, reforçou Mineiro.

O deputado lembrou que nas universidade existem dezenas de projetos e pesquisas sobre a violência no Estado, que poderão iluminar o Governo a encontrar o caminho para combater a insegurança. De acordo com Mineiro, os trabalhadores do sistema de segurança estão cumprindo o seu papel acima da capacidade humana.

Em aparte, o deputado Nélter Queiroz (PMDB) disse que a culpa da crise na Segurança não é do Governo Robinson Faria (PSD) e sim da situação em que se encontra todo o

País. Segundo ele nos quatro anos da administração passada não houve concurso na Polícia Militar.

“A culpa não é do Governo Robinson. É da situação de todo o País e do governo passado que foi um desastre. Está faltando dinheiro e leis fortes no Congresso Nacional. A sociedade está desarmada e as leis só servem para defender bandidos”, afirmou Nélter.

Ainda em seu aparte, o deputado disse que é preciso que o governador Robinson diminua o repasse de recursos orçamentários para os outros poderes para que o Executivo tenha mais recursos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES