Rodrigo Maia será investigado por corrupção e lavagem de dinheiro

Um dos inquéritos derivados da chamada delação do fim do mundo vai investigar o atual presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ) por ter pedido e recebido pelo menos 950.000 reais da Odebrecht em 2008 e 2010. O pai dele, o ex-prefeito do Rio César Maia, também será investigado.

De acordo com o despacho do ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, em 2008 Rodrigo pediu 350.000 reais à Odebrecht a pretexto de utilizar o valor na disputa eleitoral. O problema, ressalta o despacho, é que naquele ano nem Maia nem o pai dele foram candidatos. O dinheiro usado pela Odebrecht para atender o pedido saiu do Setor de Operações Estruturadas, como era chamada a divisão da empresa encarregada de distribuir propinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES