07 abril 2017

Sem quórum, votação da da recuperação fiscal dos Estados é adiada

Rodrigo Maia acredita que é mais fácil articular apoio à proposta com mais tempo
O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), decidiu adiar para a próxima semana a votação do projeto que trata da recuperação fiscal dos Estados em calamidade financeira. A proposta não foi votada nessa quinta-feira (6) por falta de quórum. Por volta das 11h, havia 250 deputados presentes no plenário. São necessários 257 parlamentares para que a sessão seja iniciada.
A ideia é colocar o tema na pauta de segunda ou terça-feira, dias 10 e 11 de abril. Como a próxima semana será mais curta, em razão do feriado da Semana Santa, a Câmara realizará sessão deliberativa na segunda.
Maia tentou votar nessa quarta-feira (5) o texto-base do projeto que cria o Regime de Recuperação Fiscal (RRF). Após mais de cinco horas de discussão da proposta em plenário e de forte obstrução da oposição, o presidente da Câmara anunciou o adiamento da votação por achar que não teria votos suficientes para aprovar a proposta na noite de quarta-feira. As informações são da Agência Estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário