02 abril 2017

TEMER E RENAN ROMPER APÓS O ALAGOANO VOLTAR A CRITICAR O GOVERNO.

Casamento com separação litigiosa. É o que se pode dizer do rompimento político entre o presidente Michel Temer e o ex-aliado de primeira hora, Renan Calheiros, ex-presidente do Senado e atual líder do PMDB na Casa. Temer desistiu de insistir na relação. As DRs (discussões de relação) não bastaram para acalmar os ânimos. Renan não deu trégua, continuou com as críticas sucessivas.
Na quinta-feira, o presidente tornou pública sua insatisfação ao afirmar a aliados que, se o alagoano buscava o rompimento, conseguiu. O motivo oficial teria sido um vídeo postado pelo senador na internet, no qual ele ataca propostas do governo. Por sua performance na Internet em ataques ao Governo, Renan recebeu o apelido no planalto de: “Trump do agreste”.
O Planalto vai seguir na defesa de reformas, como a da Previdência, sem a ajuda de Renan. O presidente ainda arrematou “Não existe casamento forçado”.

Fonte: Ceará Agora

Nenhum comentário:

Postar um comentário