12 maio 2017

Sem as reformas, talvez seja necessário voltar a discutir a CPMF

O presidente Michel Temer (PMDB) concedeu entrevista exclusiva a José Luiz Datena, no Brasil Urgente desta quinta-feira (11), na qual afirmou que o Brasil não vai parar caso suas reformas – Trabalhista e da Previdência – não passarem no Congresso, mas que dificuldades vão surgir a partir daí.
“Não será um desastre definitivo porque há outros meios [de equilibrar as contas públicas]. Cheguei ao governo sob o signo da CPMF; passou um ano e nunca mais falamos disso porque estamos fazendo essas reformas. [Caso as reformas não sejam aprovadas], talvez se faça necessário [falar sobre CPMF]”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário