10 maio 2017

Temer quer acelerar liberação de verbas para deputados que apoiam a Previdência

Foto: Marcelo Casal Jr. / Agência Brasil
Com todas as cartas na mesa para aprovar a reforma da Previdência, o presidente Michel Temer (PMDB) quer acelerar a liberação de verbas para pagar emendas de deputados que se comprometeram a votar com o governo. Em reunião realizada nesta segunda-feira (8), o presidente determinou que seus ministros privilegiem cerca de 330 parlamentares na distribuição de recursos, que deverão ser utilizados para bancar obras e projetos nas bases eleitorais dos congressistas. Segundo informações da Folha de S. Paulo, a estimativa do Planalto é de que os projetos indicados por esses parlamentares ainda têm R$ 1,9 bilhão a receber até o fim deste ano, o que equivale a uma média de quase R$ 6 milhões para cada um. Parte do montante será adiantado agora como forma de reduzir a resistência dos deputados na votação. Então, a previsão é de que as liberações sejam feitas nas próximas três semanas. Os parlamentares que traíram o governo na pauta trabalhista ficarão de fora da distribuição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário