Desemprego tem leve recuo, mas atinge 13,8 milhões

O número de desempregados teve um leve recuo e atingiu 13,8 milhões de pessoas no trimestre encerrado em maio, de acordo com a Pnad (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios), do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), divulgada nesta sexta-feira (30).
A taxa de desemprego ficou em 13,3% no trimestre março-abril-maio, contra 13,6% no trimestre fevereiro-março-abril. Mesmo assim, trata-se da maior taxa de desocupação para o trimestre terminado em maio desde o início da série da pesquisa, no 1º trimestre de 2012.
Na comparação com o mesmo trimestre de 2016, encerrado em maio daquele ano, 2,3 milhões de pessoas engrossaram a lista de desemprego, de acordo com o IBGE.
Por outro lado, o País tem 89,7 milhões de pessoas ocupadas, praticamente o mesmo registrado no trimestre anterior. Porém, na comparação com o trimestre compreendido entre março e maio, houve uma redução de 1,2 milhão de pessoas no mercado de trabalho.
Entre os brasileiros com trabalho, 33,3 milhões têm carteira de trabalho assinada — queda de 1,2 milhão de pessoas na comparação com o trimestre de março a maio de 2016.
Considerando os segmentos diversos da economia brasileira, comparando o trimestre encerrado em maio com o mesmo período de 2016, houve um corte de 793 mil empregados na construção, além de reduções de 684 mil empregados na agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e agricultura e um recuo de 203 mil empregados de serviços domésticos.
Por outro lado, 568 mil pessoas conseguiram vagas no grupamento alojamento e alimentação e 257 mil no segmento de outros serviços.

Seu bolso
Em média, o trabalhador brasileiro empregado ganha um salário real de R$ 2.109 — praticamente os mesmos R$ 2.102 registrados no trimestre anterior e também em relação ao mesmo trimestre de 2016 (R$ 2.062).

* R7

PF faz operação contra quadrilha que sequestrava familiares de funcionários da Caixa para acessar cofres

Policiais apreenderam arsenal de quadrilha  durante cumprimento dos mandados de busca
e apreensão (Foto: Imagens cedidas pela PF)

Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta sexta-feira (30), uma operação para desarticular uma organização criminosa da Grande São Paulo especializada no crime de extorsão mediante sequestro. Segundo as investigações, a quadrilha sequestrava familiares de funcionários da Caixa Econômica para depois exigir a abertura de cofres do banco como resgate.
A PF cumpre, ao todo, oito mandados de prisão temporária e nove de busca e apreensão na capital paulista. Sete dos suspeitos já haviam sido presos às 7h40, conforme último balanço divulgado pela corporação. Policiais também apreenderam armas, munições, celulares, coletes e até explosivos nos locais visitados.
Cerca de 70 agentes estão envolvidos na operação, que foi batizada de “Grajaú”. O nome foi escolhido porque era no bairro do Grajaú, no extremo Sul da cidade, onde os criminosos mantinham as vítimas em cativeiro. Os detidos devem responder pelo crime de extorsão mediante sequestro, com penas de 12 a 20 anos de prisão, já que havia menor de idade entre as vítimas
A quadrilha passou a ser investigada após uma sequência de casos similares de sequestro. Em outubro de 2016, familiares do tesoureiro de uma agência da Caixa, na Zona Sul de São Paulo, foram mantidos em cárcere privado e cobertos por explosivos na tentativa de coagir o funcionário a abrir o cofre e entregar a quantia guardada aos criminosos.

* Assis Silva via G1

Motorista capota veículo várias vezes após tentar desviar de buraco entre Campo Grande e Triunfo Potiguar


Na tarde desta sexta-feira, 30/06, por volta das 12:10hs, foi registrado mais um acidente provocado por buracos na BR-226 entre Triunfo Potiguar e Campo Grande/RN.
De acordo com as informações, o motorista que seguia de Natal para Campo Grande perdeu o controle do veículo e capotou várias vezes após tentar desviar de um buraco nas proximidades do Alto Grande.

Graças a Deus os cincos ocupantes do veículo saíram sem nenhum hematoma.

* CG Na Mídia

PROTESTOS E BLOQUEIOS DE VIAS MARCAM GREVE CONTRA REFORMAS DE TEMER

 
Após a manhã desta sexta-feira (30) ser marcada por protestos e bloqueios de vias por todo o país, as manifestações se reduziram gradativamente no início da tarde.

A mobilização de hoje é contra as reformas da Previdência e trabalhista do governo do presidente Michel Temer (PMDB). Inicialmente, as centrais sindicais previam fazer uma greve geral, mas o movimento perdeu força nos últimos dias e apenas algumas categorias aderiram ao movimento. Os manifestantes também pedem a saída de Temer da Presidência. Além das centrais, movimentos sociais também participaram dos atos.

Algumas capitais tiveram novos protestos agendados ao longo do dia. Em São Paulo, por exemplo, os metroviários e militantes farão protesto às 16h, no vão livre do Masp, na avenida Paulista, região central.

No Rio, os protestos realizados na manhã desta sexta-feira provocaram ao menos 69 km de engarrafamento até 8h, segundo o Centro de Operações. O número corresponde a mais do que o dobro em relação ao congestionamento esperado para o dia. O congestionamento já era bem menor às 9h: 45 km.

CÁRMEN LÚCIA: STF NÃO VAI IGNORAR CLAMOR DE JUSTIÇA DAS RUAS

 
Durante discurso na última sessão antes do recesso do Judiciário, a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Cármen Lúcia, mandou um recado aos que críticos da impunidade no País.

"Não seremos ausentes aos que de nós esperam uma atuação rigorosa em sua esperança de Justiça, não seremos avaros em nossa ação para garantir a efetividade da Justiça", afirmou a presidente aos colegas no plenário na manhã desta sexta-feira (30).

PROCURADORES AMEAÇAM DEIXAR LAVA JATO SE RAQUEL DODGE ASSUMIR PGR

 
Procuradores que integram a força-tarefa da Operação Lava Jato ameaçam deixar os seus cargos caso a subprocuradora Raquel Dogde seja confirmada em sabatina no Senado como a nova chefe do Ministério Público Federal.

Para muitos dos integrantes da força-tarefa, a indicação de Raquel é uma manobra de Michel Temer e do ministro do STF Gilmar Mendes para barrar as investigações da Lava Jato;Janot tem argumentado que caso isso aconteça, eles "estariam caindo na armadilha de Temer de rachar a Lava Jato, manietando por dentro as investigações" no momento em que o peemedebista passa a ser investigado.

Em Natal, população protesta contra reformas trabalhista e da Previdência

 
Manifestantes protestam em Natal, nesta sexta-feira (30), contra as reformas trabalhistas e da Previdência. A concentração começou por volta das 15h no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira.

O protesto foi convocado por movimentos sociais e centrais sindicais. A Polícia Militar informou que não vai divulgar estimativa de participantes. Até a publicação desta matéria os organizadores não tinham uma estimativa de manifestantes.

Por volta das 15h50 a Secretaria de Mobilidade Urbana (STTU) fechou a avenida Salgado Filho para o tráfego de veículos nos dois sentidos. Às 16h20 os manifestantes partiram em caminhada em direção à Árvore de Mirassol, na Zona Sul de Natal.

Manifestações
Na manhã desta sexta, os ônibus só saíram das garagens por volta das 10h. Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários (Sintro-RN), os ônibus circulam com frota reduzida durante todo o dia em protesto contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Pela manhã, manifestantes bloquearam rodovias em cinco municípios do RN: Natal, Ceará-Mirim, Maxaranguape, João Câmara e Mossoró. Às 10h40, segundo a Polícia Rodoviária Federal, não havia mais nenhuma BR obstruída no estado. Nem manifestantes, nem a PRF divulgaram números de pessoas que participaram dos atos.

G1RN

Advogado comete suicídio ao pular de 7º andar de edifício em Natal/RN.

O Jardinense advogado, Leonardo Medeiros de Azevedo, de 29 anos que completaria 30 anos no próximo dia 08 do mês que vem, cometeu o ato extremo, o jovem se suicidou, pulando da janela do apartamento da família na madrugada desta sexta-feira, (30), na cidade de Natal.

Segundo informações apuradas, é que o jovem vinha sofrendo de depressão e que estava passando por tratamentos. Leonardo era filho de Gildo de Geraldo Dias e neto do saudoso Geraldo Dias.

O corpo será velado no cemitério Morada da Paz em Natal, e o sepultamento será às 18h desta sexta-feira, (30), no referido cemitério.

Marco Aurélio autoriza volta de Aécio ao Senado e nega pedido de prisão.

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio Mello autorizou hoje (30) o senador Aécio Neves (PSDB-MG) a retomar as atividades parlamentares no Senado Federal. Aécio não comparece à Casa desde 18 maio, quando foi afastado pelo ministro Edson Fachin, após a Operação Patmos da Polícia Federal. No texto, Marco Aurélio manteve decidão anterior de negar o pedido de prisão preventiva do senador.

No documento, Marco Aurélio, entretanto, proíbe o senador de deixar o país e de fazer contato com outros investigados ou réus no processo.

“Provejo o agravo para afastar as medidas consubstanciadas na suspensão do exercício de funções parlamentares ou de qualquer outra função pública, na proibição de contatar outro investigado ou réu no processo e na de ausentar-se do país, devolvendo ao agravante a situação jurídica que lhe foi proporcionada pelos eleitores no sufrágio universal”, diz a decisão.

A Procuradoria Geral da República (PGR) havia pedido a prisão de Aécio, que foi negado por Fachin. Na decisão de hoje, o ministro Marco Aurélio manteve a decisão e descartou a prisão preventiva do parlamentar. "Julgo prejudicado o agravo formalizado pelo procurador-geral da República em que veiculado o pedido de implemento da prisão preventiva do agravante", determina Marco Aurélio.

Em nota, divulgada por sua assessoria, Aécio Neves diz que recebe a decisão com serenidade.

"Recebo com absoluta serenidade a decisão do ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal, da mesma forma como acatei de forma resignada e respeitosa a decisão anterior. Sempre acreditei na Justiça do meu país e seguirei no exercício do mandato que me foi conferido por mais de 7 milhões de mineiros, com a seriedade e a determinação que jamais me faltaram em 32 anos de vida pública", diz a nota.

O presidente interino do PSDB, senador Tasso Jereissati (CE), divulgou nota hoje elogiando a decisão do ministro Marco Aurélio Mello. Jereissati classificou a decisão de “justa e equilibrada” e afirmou que ela é “coerente com a separação e a independência entre os Poderes”.

STF manda soltar Rocha Loures, o homem da mala de R$ 500 mil.

 
O ministro Luiz Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), mandou soltar o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, do PMDB-PR, flagrado pela Polícia Federal recebendo de um executivo da JBS uma mala com R$ 500 mil.

A ordem de Fachin foi dada nesta sexta-feira, 30. Rocha Loures terá que usar tornozeleira eletrônica e deverá permanecer em casa à noite, finais de semana e feriados. Ele também não pode sair do Brasil e ter contato com outros investigados da Lava Jato.

Rocha Loures foi preso no começo de junho após perder o mandato de deputado, em razão das delações de executivos da JBS.

Prefeitura de Taipu/RN abre processo seletivo com 168 vagas.

A Prefeitura de Taipu – município que fica a 50 km de Natal, divulga o edital de Processo Seletivo Simplificado para selecionar pessoal para o exercício temporário de funções na administração pública, em virtude da necessidade de excepcional interesse público. Ao todo, são 168 vagas disponíveis e os salários variam de R$ 937,00 a R$ 6 mil; a carga semanal de trabalho pode ser de 20 a 40 horas.

Dos cargos
As oportunidades são para os níveis Fundamental (60), Médio/Técnico (47) e Superior (61), além de possuir cadastro reserva várias áreas.

Para o nível fundamental, as vagas são de: ASG, Vigia, Merendeiro, Mestre de Obras, Encanador Hidráulico, Eletricista, Servente de Obras, Pedreiro, Motorista, Tratorista, Coveiro, Mecânico, Operador de Pá Carregadeira, Operador de Motoniveladora e Operador de Máquina Retroescavadeira.

Já rara o nível médio/técnico há oportunidades para Técnico de Enfermagem, Auxiliar de Sala de Aula, Auxiliar Administrativo, Analista de Pesquisa de Mercado, Técnico em Edificações, Agente de Saúde, Agente de Endemias, Recepcionista, Orientador Social, Entrevistador – Criança Feliz, Digitador, Técnico de Informática, Técnico em Controle de Sistemas, Auxiliar de Farmácia, Técnico de Laboratório, Fiscal de Vigilância Sanitária, Eletricista de Automóvel, Auxiliar de Fiscal de Tributos e ACD.

Para o nível superior, vagas são para Médico ESF, Médico Plantonista, Médico Especialista, Enfermeiro ESF, Enfermeiro Plantonista, Bioquimico, Odontólogo, Nutricionista, Professor Ensino Fundamental 01, Professor Ensino Fundamental 02, Assistente Social, Psicólogo, Médico Veterinário, Farmacêutico, Assistente Social – Nasf, Educador Físico – Nasg, Enfermeiro – Nasf, Farmacêutico – Nasf, Fisioterapeuta – Nasf, Fonoaudiólogo – Nasf, Médico – Nasf, Psicólogo – Nasf, Nutricionista – Nasf, Coordenador Acessuas, Coordenador do Cras, Supervisor – Criança Feliz.

Inscrições
As inscrições serão realizadas nos dias 05 e 06 de julho de 2017, das 08h às 16h, na QUADRA POLIESPORTIVA ANTONIO SOARES DA ROCHA, situada na Rua Antonio Gomes da Costa, z/n, Centro, CEP: 59.565-000, Taipu/RN.

O Prazo de validade do Processo Seletivo Simplificado será de 12 (doze) meses, contados da data de sua homologação, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período, a critério da Administração.

O presente Processo Seletivo Simplificado será realizado em 02 (duas) ETAPAS:

A 1ª (primeira) ETAPA consistirá em análise de currículo e experiência profissional, de caráter eliminatório e classificatório, para todos os níveis;

A 2ª (segunda) ETAPA consistirá na realização de Entrevista Individual, de caráter classificatório, em que será avaliada a adequação do candidato ao cargo pleiteado no momento atual, para todos os níveis.

Para mais informações, confira o edital Aqui:

DILMA DIZ QUE BRASIL É DIRIGIDO DA CADEIA E COBRA ANULAÇÃO DO GOLPE

 
Em nova manifestação nas redes sociais, a presidente legítima Dilma Rousseff confirma que a situação brasileira é mais esdrúxula do que simplesmente ter o primeiro ocupante da presidência denunciado por corrupção no caso, Michel Temer.

Ela lembra discurso feito ontem pelo senador Renan Calheiros (PMDB-AL) e afirma que o Brasil, na verdade, é governado pelo presidiário Eduardo Cunha (PMDB-RJ), que daria ordens em Temer da cadeia; "Senador Renan Calheiros confirma o que sempre denunciamos: Eduardo Cunha levou a cabo o golpe para governar por trás de Temer, até da cadeia", postou Dilma; "Cabe ao STF julgar a flagrante ilegalidade do impeachment que propiciou o absurdo de termos um governo dirigido desde a cadeia", cobrou em seguida.

TEMER DEPENA OS TUCANOS, MOSTRA DATAFOLHA

 
Novas informações da pesquisa Datafolha, divulgadas nesta quinta-feira, 29, pelo jornalista José Roberto de Toledo, mostram que o apoio do PSDB ao governo agonizante de Michel Temer é cada vez mais prejudicial aos presidenciáveis tucanos; "Quanto mais o PSDB ficar no muro temerário, mais difícil será para os presidenciáveis do partido melhorarem seus índices de intenção de voto.

João Doria e, especialmente, Geraldo Alckmin têm algumas das mais baixas taxas de conversão dos eleitores que avaliam o governo federal como ruim ou péssimo: 7% e 5%, respectivamente. É metade (Doria) ou um terço (Alckmin) do que Marina e Bolsonaro conseguem converter. Temer depena os tucanos", diz Toledo.

OPOSIÇÃO PEDE QUE MAIA DESENGAVETE PEDIDOS DE IMPEACHMENT

 
 Deputados Alessandro Molon (Rede-RJ), Henrique Fontana (PT-RS) e Júlio Delgado (PSB-MG) protocolaram nesta quinta-feira 29 uma ação junto ao Supremo Tribunal Federal pedindo que a Corte determine ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que analise os pedidos de impeachment contra Michel Temer; atualmente, há 21 pedidos sobre a mesa de Maia; "Não cabe ao presidente da Câmara fazer análise de fundo da matéria, cabe identificar se os requisitos formais estão atendidos e se existe justa causa, se há razoabilidade no pedido. Havendo isso, tem que ser criada a comissão", disse Molon.

Destino de Temer está nas mãos de Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM), será crucial no desfecho da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB), que já chegou à Câmara. Ele decidirá sobre as datas de votação e tem forte influência na decisão dos parlamentares. Maia assumirá a presidência, caso Temer caia, e poderá ser um forte candidato numa eleição indireta.

TRF ABSOLVE 30% DOS CONDENADOS POR MORO NA LAVA JATO

   
Decisões do Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4) podem afetar as condenações de investigados na Operação Lava Jato na primeira instância. Dos 43 casos do juiz Sérgio Moro que chegaram ao tribunal, 12 resultaram em absolvição 30% do total.

A absolvição de maior repercussão, até agora, é a do ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto acusado de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e associação criminosa –, nesta terça-feira, 27, de uma pena de 15 anos e quatro meses de prisão. O caso do petista abre brecha para a revisão de outras condenações baseadas em delações premiadas e o conjunto de provas necessário para uma sentença.

A Lei 12.850/13, que instituiu a colaboração premiada, afirma que “nenhuma sentença condenatória será proferida com fundamento apenas nas declarações de agente colaborador”.

Na avaliação da 8ª Turma do TRF-4, neste caso, as provas apresentadas são “insuficientes” para embasar as palavras dos delatores sobre a participação de Vaccari no repasse de ao menos R$ 4,26 milhões de propinas como doação registrada ao PT e por meio de empresas de fachada do empresário Adir Assad.

Outros casos
O TREF-4 aumentou a pena dos condenados por Moro em 13 processos analisados; em cinco houve redução; e em 13 vezes as penas foram mantidas. Ou seja, em quase 70% dos casos as decisões do juiz titular da 13.ª Vara Federal foram reformadas pelo TRF-4.

A corte, com sede em Porto Alegre, tem jurisdição nos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. Composta por três desembargadores, a 8.ª Turma Criminal é responsável por julgar as sentenças de Moro em segunda instância.

TRÊS HOMENS SÃO PRESOS EM ASSU-RN COM CARGA ROUBADA

Após receber denúncia pelo telefone 191 de que uma carreta de cor branca, que seguia para Mossoró pela BR 304, transportava carga suspeita de ser roubada, uma equipe da Polícia Rodoviária Federal, com o apoio da Polícia Militar, realizou diligências, e ao chegar nas proximidades de um posto de combustível, no km 108, em Assu, visualizaram a carreta e a abordaram.
No veículo seguiam três homens: o condutor, um homem de 33 anos, residente na zona rural de São Paulo do Potengi e mais dois ocupantes. Um deles, o proprietário do veículo, de 29 anos e residente em Macaíba, disse inicialmente que nem o caminhão nem a carga lhe pertenciam. Porém, os PRFs encontraram no interior do veículo o documento identificando-o como dono da carreta. O terceiro ocupante, um homem de 61 anos, residente em Natal, já tem passagem na polícia por receptação e disse aos policiais que já respondera por homicídio.
Na carreta foram encontradas cerca de 25 toneladas de arroz das marcas Biju e Tio João, distribuídas em fardo, sem qualquer comprovação de origem lícita dessa carga. Durante a ocorrência, os três envolvidos também apresentaram versões conflitantes.
Os PRFs descobriram que a carreta desta ocorrência já havia sido utilizada em um outro crime de receptação. Em outubro do ano passado, foi abordada na BR 304, em Santa Maria/RN, transportando também carga de produtos alimentícios suspeita de origem ilícita e sem comprovação fiscal.
Outro fato grave foi o flagrante do condutor da carreta que portava 15 comprimidos de Nobésio Forte, substância de venda proibida, muito usada por motoristas profissionais para inibir o sono.
Diante dos fatos, foi dada voz de prisão aos suspeitos. A ocorrência foi encaminhada à delegacia de plantão da Polícia Civil de Mossoró para as medidas cabíveis.

* Passando Na Hora via Assessoria de Comunicação Social da PRF no RN

Governador cumpre agenda neste final de semana em Mossoró

O governador Robinson Faria cumpre agenda administrativa nesta sexta (30) e sábado (1) em Mossoró. A partir das 22h, Robinson visitará a Cidadela e a Estação das Artes.

No sábado, às 10h, o chefe do Executivo Estadual será homenageado por moradores da comunidade rural Maisa. Na ocasião, ele também anunciará a reforma e ampliação da Escola Estadual Gilberto Rola. A partir das 14h30, Robinson se reunirá com lideranças comunitárias atendidas pelo programa Ronda Cidadã.

Durante a tarde, o governador ainda terá um encontro com pastores evangélicos do município, e em seguida, visitará o Centro Terapêutico Nova Vida. A agenda será finalizada, a partir das 18h, com a participação de Robinson Faria no “Boca da Noite”, no encerramento do Mossoró Cidade Junina.

HENRIQUE SE LICENCIA DA PRESIDÊNCIA DO PMDB E O VICE WALTER ALVES ASSUME O COMANDO DO PARTIDO.

Depois de quase um mês preso, o ex-deputado Henrique Alves se licenciou da presidência do PMDB.
Assume a função, o vice-presidente do partido, deputado Walter Alves.
No Rio Grande do Norte o PMDB tem um senador, um deputado federal, três estaduais, 41 prefeitos, 27 vice-prefeitos e 293 vereadores.
Presidente nacional do PSDB, Aécio Neves fez mais: foi afastado do Senado, não está preso, mas renunciou à presidência da legenda.

Fonte: Thaísa Galvão

Popular é morto a tiros na cidade de Baraúna na tarde de hoje

 
O histórico de violência homicida na cidade de Baraúna, no Oeste do Rio Grande do Norte, voltou com força em 2017. Estamos chegando ao meio do ano com o registro da 20ª morte violenta, provocada por disparos de arma de fogo em via pública.
A vítima de hoje, 29 de junho, André Vieira das Chagas "André do queijo", de 33 anos de idade, foi surpreendido e morto por elementos de motocicleta ao lado da Igreja Matriz no centro da cidade. Segundo informações ele trafegava de motocicleta no momento que foi morto.
Ainda segundo informações, “André do Queijo” era funcionário do supermercado Queiroz da cidade de Baraúna. O corpo foi removido pela equipe de plantão no Itep em Mossoró.

Fonte: O Câmera

Jovem de 15 anos invadiu Palácio da Alvorada

Um jovem de 15 anos invadiu o Palácio da Alvorada na noite da quarta-feira (28), foi preso, prestou depoimento e foi liberado. De acordo com informações do Delegado Mário Henrique Garcia, titular da Delegacia da Criança e Adolescente (DCA) de Brasília, o adolescente responderá em liberdade, após assinar termo Circunstanciado. Os pais informaram que o mesmo faz acompanhamento psicológico


Fátima denuncia ameaça do governo a parlamentares que votarem contra as reformas

A senadora Fátima Bezerra denunciou, nesta quinta-feira, no Plenário, que o governo está usando métodos espúrios para conseguir o apoio de parlamentares às reformas trabalhista e da Previdência, com a liberação de emendas orçamentárias e recursos para políticas públicas em seus estados. Fátima baseou a informação em declaração dada, em entrevista, pelo vice-líder do governo na Câmara Darcisio Perondi. Ele também afirmou que parlamentares da base de apoio ao governo que votarem contra as medidas perderão seus cargos. A pedido de Fátima, a bancada do PT e outros partidos da Oposição entrarão com representação contra o governo junto à Procuradoria-Geral da República.

Benefícios podem ser revistos se delator não cumprir deveres, decide STF

“Lembrando que o estado é um só. Ele fez acordo [...] Não dá para dar com uma mão e tirar com a outra. Não é lícito ao Estado fazê-lo. É por isso que a própria lei traz os momentos de verificação”, afirmou o ministro.
Ele ressaltou que o acordo é um meio de obtenção de prova e por si só não leva a condenação de pessoas citadas. “Não pode o juiz impositivamente de ofício alterar as cláusulas e de pronto homologá-las, porque a homologação pressupõe que haja concordância das partes com as cláusulas”, completou depois.

“Apreciar os termos do acordo na fase da sentença não significa revisitá-los para glosa, sob pena de violação do princípio da segurança jurídica, mas simplesmente estabelecer a eventual correspondência entre o que foi acordado e os resultados da atividade de colaboração”, concluiu.
>> Ricardo Lewandowski
Em seu voto, Lewandowski concordou com a manutenção de Fachin na relatoria da delação da JBS, por ver relação entre o que executivos da empresa contaram e fatos já investigados na Lava Jato.
Quanto à validação dos benefícios, o ministro disse que cabe ao relator, no momento em que esses benefícios chegarem para apreciação do Judiciário, avaliar a legalidade, mas em sentido “amplo”.
Assim, o relator pode vetar cláusulas que ameacem lesar direitos, que estabeleçam cumprimento imediato de penas não fixadas, que imponha penas não previstas na lei, determinem compartilhamento de provas sem autorização judicial ou divulguem informações que atinjam a imagem de outras pessoas.

BNB anuncia redução de juros para capital de giro

O presidente do Banco do Nordeste, Marcos Costa Holanda, anunciou ontem, 28, redução das taxas de juros do Giro Insumos, linha de crédito de capital de giro da instituição, com queda de 15% a 20% nos encargos. A novidade foi divulgada durante coletiva de imprensa realizada na sede do Banco do Nordeste, em Fortaleza.

Com a medida, os juros para essa modalidade de crédito passam de 0,95% e 1,04% ao mês para 0,88% mensais, no caso de empresas com faturamento até R$ 16 milhões ao ano. Para faturamento entre R$ 16 milhões e R$ 90 milhões anuais, as taxas, que variavam entre 1,16% e 1,54% ao mês, caem para 0,95% e 1,04% mensais. No caso de empresas com faturamento acima de R$ 90 milhões ao ano, os encargos de 1,30% e 1,78% passam a variar de 1,12% a 1,32% mensais.

Via Robson Pires.

Trabalhadores do RN ligadas as centrais sindicais programam paralisações e atos para esta sexta-feira

Contra as reformas do governo Temer, trabalhadores de diversas categorias irão parar suas atividades nesta sexta-feira (30). Além da paralisação de diversas categorias contra às Reformas Trabalhista e da Previdência, convocadas pelas Centrais Sindicais, Frente Brasil Popular e Frente Povo Sem Medo, a data terá uma série de atividades de rua em todo o Rio Grande do Norte.

Em Natal, um ato de rua marcará o dia de paralisação, com concentração às 15h, no cruzamento das avenidas Salgado Filho e Bernardo Vieira. A manifestação seguirá em caminhada até a Praça da Árvore, em Mirassol.

No município de Mossoró, a concentração está marcada em frente à Igreja do Alto de São Manoel, às 15h. Na programação, o “Arraiá da Resistência”, com apresentação de artistas locais.

Já em Caicó, mais de 16 entidades e movimentos realizam um Ato Político-Cultural, com concentração às 8h, na Praça de Alimentação, e show de artistas locais. Às 9h, os manifestantes seguem em caminhada até o Centro Administrativo, encerrando com um ato político e apresentações culturais.

Em Curais Novos, a concentração está marcada para 7h30min, na Praça da Rodoviária.

O movimento
A Greve Geral do dia 30 de junho é um movimento de resistência e enfrentamento à ideia, amplamente disseminada pelo governo de Michel Temer, de que os direitos previstos na Constituição não cabem no orçamento e, portanto, precisam ser revistos.

A expectativa é de que a paralisação seja um contraponto ao conjunto de medidas e projetos em tramitação no Congresso Nacional que visam retirar direitos dos trabalhadores e pôr fim à Previdência Social.

Blog do BG

Temer, Cunha e Aécio lideram lista de políticos mais reprovados; presidenciáveis, Alckmin e Lula, com rejeição entre 68% e 71%

 
Cunha, Temer e Aécio: os mais reprovados em junho entre os brasileiros (Montagem de EXAME.com com fotos da Reuters/Divulgação)

As delações dos executivos do grupo J&F, que controla a JBS, e o consequente agravamento da crise política colocaram o presidente Michel Temer (PMDB) e o senador afastado Aécio Neves no pódio das personalidades mais reprovadas pelos brasileiros.

Com isso, a impopularidade de ambos se iguala a de outra figura pouco quista frente a opinião pública: o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB).

Os dados aparecem na pesquisa “Pulso Brasil” realizada pelo instituto Ipsos entre os dias 1º e 13 de junho com 1,2 mil pessoas de 72 municípios do país. A margem de erro é de 3 pontos percentuais.

Segundo a sondagem, em junho, a taxa de desaprovação às ações do presidente Temer é de 93% frente aos 86% registrados na primeira quinzena de maio – antes, portanto, do início do escândalo da JBS, que implica diretamente o presidente e o senador tucano.

A taxa de desaprovação a Temer é superior, inclusive, à impopularidade de Dilma Rousseff nas vésperas de seu afastamento após abertura do processo de impeachment no Senado em maio de 2016. Naquela ocasião, 80% dos brasileiros desaprovavam sua atuação. Hoje o número é de 82%.
 
Presidenciáveis
No geral, a situação de quase todos eventuais pré-candidatos à presidência em 2018 piorou entre maio e junho frente a opinião pública.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que lidera as pesquisas de intenção de voto, aparece com 68% de reprovação contra 28% de aprovação. Ele é a nona personalidade mais reprovada na pesquisa da Ipsos. Em junho, ele tinha 63% de reprovação.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), aparece com 71% de rejeição contra 64% obtidos em maio. A pré-candidata da Rede, Marina Silva, com 62% versus 52% do mês anterior. Já a reprovação a Jair Bolsonaro (PSC) subiu de 50% para 54%. Ciro Gomes (PDT), de 48% para 55%.

O aumento da reprovação ao prefeito de São Paulo, João Doria, é o que chama mais atenção. Em um mês, o número de entrevistados que o desaprovam subiu de 39% para 52%. Segundo a consultoria, o abalo na imagem do tucano pode ser explicada pela mudança de opinião dos antes indecisos após a ação da prefeitura na Cracolândia.

Mais aprovados
O extremo oposto do ranking, que mostra as personalidades cuja atuação é mais aprovada pelos brasileiros, é quase exclusivamente dominada por juristas. O juiz Sergio Moro, responsável pela Lava Jato na primeira instância, aparece em primeiro com 63% de aprovação. Mas até ele teve seu soluço este mês: em maio, 68% dos entrevistados aprovavam seu trabalho.
Exame

Operação Calabar mira 96 PMs acusados de receber propina do tráfico

É a maior operação da História do Rio contra policiais corruptos. Há mandados de prisão também contra traficantes.

RIO — Uma operação da Divisão de Homicídios cumpre na manhã desta quinta-feira 96 mandados de prisão contra policiais militares acusados de receber propina do tráfico de drogas em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. Segundo a Polícia Civil, essa é a maior operação de combate à corrupção policial já feita no Estado do Rio. A Justiça também ordenou a prisão de traficantes. Segundo a Polícia Civil, até as 10h20m, 49 mandados de prisão contra PMs haviam sido cumpridos e sete traficantes haviam sido presos. A ação foi batizada de Calabar — em alusão a Domingos Fernandes Calabar, considerado o maior traidor da História brasileira. A ação tem a colaboração do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público estadual.
Policiais tentam cumprir mandado de prisão na operação CalabarFoto: Pedro Teixeira / Agência O Globo

As equipes estão em bairros de Niterói, na Região Metropolitana, e também da Zona Oeste do Rio. No Ingá, em Niterói, agentes estiveram no prédio do cabo Fernando Cataldo Côrtez, um dos suspeitos de integrar o esquema. Segundo a Polícia Civil, já há PMs presos.

O esquema movimentava cerca de R$ 1 milhão por mês. Todos os agentes alvos da operação são praças e foram lotados no 7º BPM (São Gonçalo) entre 2014 e 2016. A quantidade de policiais acusados de corrupção representa cerca de 15% do efetivo da unidade, composta por pouco mais de 700 homens. De acordo com a investigação, semanalmente os agentes recebiam cerca de R$ 250 mil de propina do tráfico.

A investigação começou em fevereiro de 2016, quando agentes da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) prenderam um homem em flagrante, com três armas de fogo e dinheiro em espécie. Ele era apontado como uma espécie de "gerente da propina" do tráfico do município, responsável por centralizar o transporte do dinheiro e o pagamento a diferentes grupos de policiais. A partir de então, ele aceitou fazer delação premiada, colaborando com os agentes em troca de uma diminuição de sua pena.

Numa série de depoimentos prestados na especializada, ele esmiuçou como era o esquema de distribuição de propina do tráfico entre os PMs do 7º BPM (São Gonçalo), apontou os nomes de 96 agentes que recebiam valores semanalmente e entregou uma lista de números de telefones utilizados por policiais e por traficantes responsáveis pelos pagamentos.

Segundo o relato do colaborador, o tráfico distribuía cerca de R$ 250 mil semanalmente entre PMs que trabalhavam nos Grupos de Ação Tática (GATs), na P-2 (Serviço Reservado) do batalhão, em Destacamentos de Policiamento Ostensivo (DPOs) nos bairros do Salgueiro, de Santa Luzia, de Santa Izabel, do Jockey, do Jardim Catarina, e as ocupações dos morros da Coruja e do Alto dos Mineiros. A entrega do dinheiro era feita, geralmente, nas noites de sábado.

Em troca do pagamento, os policiais deveriam evitar operações em 44 favelas de São Gonçalo dominadas pela maior facção do Rio no município. A divisão era feita de acordo com a lotação dos policiais e com o perigo que esses agentes representavam para a facção. Por exemplo: cada GAT — grupos de agentes responsáveis por incursões em favelas — recebia R$ 20 mil por semana; já PMs baseados em cada um dos DPOs recebiam R$ 7,5 mil.

O dinheiro da propina era entregue para Daniel Soares e Renato Amarelo. Eles repassavam as quantias para os policiais militares.

Segundo a delação do colaborador, o chamado "arrego" era pago por traficantes do Complexo do Anaia, Jardim Miriambi, Caixa d´água, Tronco, Dita, Complexo da Alma, Favela 590, Candoza, Buraco Quente, Três Campos, Favela do Pica- Pau, Baixadinha, Boca da 39 (Bairro Jardim catarina), Carobinha, Mangueirinha, Novo México, Risca Faca, entre outras da região de Niterói e São Gonçalo

QUEBRA DE SIGILO TELEFÔNICO
Com base nos relatos do colaborador, a Justiça decretou a quebra de sigilo telefônico dos policiais. A partir do monitoramento das linhas, os agentes descobriram que os agentes e os traficantes usavam celulares "buchas" — aparelhos utilizados somente para atividades ilícitas, para dificultar o rastreamento. Todas as ligações telefônicas foram periciadas para verificar se o padrão de voz de pessoas que utilizaram celulares “buchas” coincidia com o dos policiais militares.

Ao longo das investigações, os agentes descobriram que, mesmo após a prisão do colaborador, os valores continuaram a ser pagos. O posto de "gerente da propina" passou a ser ocupado por Daniel Soares, que foi preso ao longo do monitoramento, em abril de 2016, com R$ 9,5 mil num carro. Daniel não aceitou colaborar com as investigações.

Outra prisão em flagrante realizada pelos agentes da DHNSG durante as investigações foi a do cabo Marcelo Bento Vindile. Ele foi flagrado à paisana num carro, em abril de 2016, com outros três homens, R$ 2,2 mil reais em espécie, duas armas e pinos de cocaína.

Os PMs acusados vão responder por organização criminosa e corrupção passiva.

Fonte: Oglobo.oglobo

SEGUIDORES