Cármen Lúcia nega pedido de deputado substituído na CCJ

Enquanto a oposição prepara um recurso ao Supremo Tribunal Federal (STF) para reverter as trocas de deputados que votarão a denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, negou nesta terça-feira o pedido de um dos parlamentares substituídos para voltar ao colegiado.
Delegado Waldir (PR-GO) alegava que foi retirado da CCJ pelo líder do partido na Casa, José Rocha (PR-BA), depois de declarar voto favorável à denúncia da Procuradoria-Geral da República contra Temer. Ele foi substituído por Bilac Pinto (PR-MG).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES