Preso na Bahia, ex Ministro Geddel Vieira sondava delação de Funaro desde janeiro Brasil

Geddel Vieira Lima foi preso na Bahia há pouco por obstrução de Justiça. Foi um cumprimento de mandado de prisão preventiva no contexto da Operação Cui Bono. Decisão do juiz Vallisney Oliveira, em Brasília.

No pedido feito à Justiça, foram citadas mensagens enviadas entre os meses de maio e junho por Geddel à mulher de Lúcio Funaro, em que ele a sondava sobre a disposição dele em se tornar um colaborador do MPF.

Mas Geddel fazia isso, pelo menos, desde janeiro. Já naquele mês, telefonava para prestar solidariedade e perguntava se Funaro havia topado uma delação premiada.

Fonte: Jornal O Globo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES