Expectativa: Aproximadamente 35 mil pessoas passarão no Festival Gastronômia e cultural de Martins

 
O Festival Gastronômico de Martins promete ser um dos maiores dos últimos anos, e reflexo disso é a ocupação de 100% dos mais de 1.000 leitos dos principais hotéis e pousadas para o final de semana do 11° Festival Gastronômico e Cultural da cidade. Durante o evento, são esperados um público de aproximadamente 35 a 50 mil pessoas nas três noites de gastronomia e cultura, além dos shows musicais. Com média diária de 10 a 12 mil visitantes. De acordo com o coordenador de turismo de Martins, Junior Carvalho, assim que o festival foi confirmado a procura por hospedagem já foi imediata por parte dos turistas de outras cidades e até de outros Estados da região. “Martins é uma das cidades que possui uma das melhores redes de infraestrutura para hospedagem no Rio Grande do Norte, fica apenas em terceiro ou quarto lugar nesse quesito. Hoje contamos com quase mil leitos na cidade, entre hotéis e pousadas, e este Festival já estamos com a ocupação de 100% dos leitos reservados, conforme contato com os empresários do setor”, frisa Junior Carvalho. Ainda segundo Carvalho, também entra nesse rol de hospedagem, as casas dos moradores que foram colocados à disposição dos visitantes, como também os flets, chalés e pousadas de porte menor. Na pousada Rancho da Serra, construída recentemente, e que possui 14 apartamentos, todos os quartos foram reservados quando o festival fora divulgado. Conforme o proprietário do Rancho, Andiro Clayton, “quando começou a sair as notícias do Festival, antes mesmo de ser oficializado, já tinha uma lista de espera para os casos de desistências, que normalmente acontecem”, afirma o empresário. Casas Além dos hotéis e pousadas tracionais, para este ano a prefeitura realizou um cadastro de casas e apartamentos para que os moradores da cidade serrana dispusessem suas residências para aluguel durante o evento. Segundo Carvalho, com esse cadastro mais de 50 residências já foram reservadas para o evento. “Esse é um número muito alto para uma cidade turística como Martins”, frisa o coordenador. Uma moradora que preferiu não se identificar disse que sua casa, de dois andares, foi alugada para uma empresa e um grupo de amigos de Mossoró. “É uma forma de ganhar um extra. Alugamos os dois espaços por R$ 1.400 e ainda é barato em relação se eles fossem para um hotel”, afirma a moradora. Outras cidades Conforme o guia de turismo de Martins, Alex Cavalcante, além de Martins outras cidades vizinhas à cidade serrana estão aproveitando a boa onda do festival gastronômico. Em Serrinha dos Pintos e Umarizal há notícias de ocupação fechada, por serem próximas à Martins. 
 
Fonte: Serra Online

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES