Médicos debatem estudos sobre microbioma no Congresso Brasileiro de Nutrologia

Evento será realizado nos dias 28 a 30 de setembro, em São Paulo, e terá presença do Dr. Paul Wischmeyer, que possui um dos estudos mais recentes sobre o tema
O intestino é o novo cérebro? Até pouco tempo o órgão era considerado secundário pela medicina, pois se pensava que sua função era apenas processar os alimentos, ou servir como um seletor inteligente, por escolher o que é absorvido pelo corpo. Porém, hoje vemos que o intestino agrega trilhões de micro-organismos, que formam um verdadeiro ecossistema, o microbioma. Durante a 21º edição do Congresso Brasileiro de Nutrologia, em São Paulo, importantes médicos e especialistas em saúde, nacionais e internacionais, especializados em nutrologia, promoverão simpósios ligados ao estudo do microbioma e sua relação com a nutrição.

Muitas doenças autoimunes e psicossociais podem ser evitadas pelo controle do microbioma. Contudo, não existe um "remédio universal" que haja igual, uma vez que o microbioma muda de pessoa para pessoa e de região para região, devido a presença de diferentes bactérias. "O ideal é sempre consultar um médico nutrólogo que pode pedir um exame que analisará os micro-organismos presentes no seu corpo e recomendar um mix de prebióticos e probióticos que proteja de qualquer doença", afirma o Dr. Durval Ribas Filho, médico nutrólogo e presidente da Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN). "Caso o organismo entre em o que chamamos de disbiose (desequilíbrio na flora intestinal), o sistema de defesa abrirá guarda, tornando vulnerável a superfície absortiva no intestino, fazendo com que substâncias não desejáveis também sejam incorporadas. Para potencializar a eficiência absortiva do intestino, tanto de nutrientes como de medicamentos, precisamos administrar a disbiose", completa o presidente da entidade.

Para falar sobre o assunto, está confirmada a presença do Dr. Paul Wischmeyer, médico anestesiologista e atual diretor de nutrição e serviços na Duke University health System de Durham, Carolina do Norte, EUA. O Dr. Paul é um dos mais conceituados pesquisadores, e possui um dos estudos mais recentes sobre microbioma e sua relação com a saúde, principalmente em pacientes críticos.

Ao todo, serão sete aulas divididas em diversos simpósios exclusivos ao grande tema. Os temas debatidos serão:
Microbiota e aspectos nutrológicos nos transtornos alimentares
Microbioma intestinal e obesidade
Impacto do exercício físico na microbiota intestinal
Modulação da microbioma intestinal em obesidade
A importância da microbiota na prevenção das doenças sistêmicas
A importância da microbiota humana para a manutenção da saúde e prevenção de doença
O significado da microbiota intestinal na diarreia do paciente crítico

O evento, que será realizado em 28, 29 e 30 de setembro, é organizado pela Associação Brasileira de Nutrologia (ABRAN) e congregará mais de 60 simpósios sobre temas como: obesidade, síndrome metabólica, obesidade infanto-juvenil, nutrologia pediátrica, nutrologia enteral e parenteral, nutrologia esportiva, dietas da moda, micronutrientes, estresse oxidativo, doenças gastrointestinais, transtornos alimentares, nutrogeriatria, entre outros.

Agenda:
XXI Congresso Brasileiro de Nutrologia
Local: Centro de Convenções Frei Caneca
Endereço: R. Frei Caneca, 569 - Consolação, São Paulo – SP
Dias 28, 29 e 30 de setembro
Sobre a ABRAN
Fundada em 1973, a ABRAN – Associação Brasileira de Nutrologia - é uma entidade médica científica que dedica-se ao estudo de nutrientes dos alimentos, que são decisivos na prevenção, no diagnóstico e no tratamento da maior parte das doenças que afetam o ser humano. Reúne mais de 1.100 médicos nutrólogos titulados especialistas em nutrologia pelo Brasil e mais de quatro mil médicos associados, que atuam no desenvolvimento e na atualização científica em prol do bem estar nutricional, físico, social e mental da população. Visite www.abran.org.br, curta a ABRAN no Facebook facebook.com/nutrologos e no Instagram @nutrologia.

Mais informações para a imprensa
Grupo CDI

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES