Questionado sobre quando deixa governo, Alckmin cita abril ou dezembro de 2018

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB-SP), disse hoje que em não pretende deixar o governo antes de abril para se dedicar a uma eventual campanha à Presidência da República. Questionado se haveria chance de entregar o cargo em janeiro, Alckmin respondeu “Não, em nenhuma hipótese”, conforme áudio de entrevista dada hoje em evento público fornecido pela assessoria de imprensa do Palácio dos Bandeirantes ao Broadcast.
Alckmin, que já adiantou na semana passada que quer ser “presidente do povo brasileiro”, negou a hipótese de deixar o governo paulista em janeiro e disse que há apenas duas possibilidades: Caso seja candidato, umas delas é cumprir o prazo da lei eleitoral, que determina a descompatibilização de cargos públicos nove meses antes do pleito. “Então seria acho que comecinho de abril”. “A outra possibilidade é concluir o mandato em 31 de dezembro”, disse. As informações são de O Estado de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES