Câmara dos Deputados rejeita a segunda denúncia contra o presidente Temer

 
Por 251 votos a favor e 233 contra, parecer da CCJ que livra o presidente Michel Temer de investigação foi aceito no plenário. A votação terminou agora pouco, apontando a vitória fácil do Planalto.

Temer foi denunciado pelos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça. A denúncia também inclui os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria Geral), acusados de organização criminosa.

Para barrar o andamento da acusação, o presidente precisava de somar 172 votos, entre “sim”, abstenções e ausências de deputados.

Dessa forma, a base aliada impediu que a oposição somasse os 342 votos necessários, entre os 513 deputados, para o prosseguimento da denúncia.

A bancada federal do Rio Grande do Norte já votou. Cinco deputados votaram contra a denúncia e a favor de Temer: Beto Rosado (PP), Walter Alves (PMDB), Felipe Maia (DEM), Fábio Faria (PSD) e Rogério Marinho (PSDB). Votaram a favor a denúncia e não ao relatório da CCJ: Zenaide Maia (PR), Antônio Jácome (Podemos) e Rafael Motta (PSB).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES