24 outubro 2017

Em grande ato unificado, servidores exigem salários em dia e criticam pacote econômico

 
Servidores de diversas categorias do funcionalismo estadual, inclusive os da educação, protestaram na manhã desta terça-feira (24) em frente à Governadoria. O protesto teve como alvo os rotineiros atrasos de salários, o desmonte dos serviços públicos e o pacote econômico e fiscal enviado pelo governo à Assembleia Legislativa na semana passada.

Cerca de 2 mil pessoas lotaram o Centro Administrativo de Natal. O ato se iniciou no meio da manhã e se estendeu até o início da tarde sob o intenso sol da capital potiguar. Trabalhadores em educação, enfermeiros, médicos, dentistas, policiais civis e militares, entre outras categorias, gritaram palavras de ordem contra os desmandos da gestão Robinson Faria. Um boneco gigante representando o governador e que trazia as palavras “Morte dos serviços públicos” e “Fora, Robinson” foi usado durante a atividade. O roteiro de outros atos se repetiu, pois quando procurado pelo Fórum o governador não estava no Centro Administrativo, e a Governadoria estava cercada por grades na rampa de acesso. Policiais civis fixaram cruzes pretas no gramado do Centro Administrativo em protesto contra os mais de 2 mil assassinatos no Rio Grande do Norte neste ano de 2017.
Uma comissão composta por dirigentes dos sindicatos que compõem o Fórum tentou uma audiência imediata com a chefe do Gabinete Civil, Tatiana Mendes. Apesar da pressão do Fórum dos Servidores, a chefe do Gabinete Civil só aceitou receber a comissão no período da tarde. O resultado da audiência será divulgado em breve.

Nenhum comentário:

Postar um comentário