30 novembro 2017

Ex-governador é alvo de operação que mira fraudes no Canal do Sertão

Polícia Federal realiza a operação Caribdis, nesta quinta-feira (30), e cumpre 11 mandados de prisão em Maceió e região metropolitana (AL), Salvador (BA), Limeira (SP) e Brasília (DF).
A ação mira fraudes em obras do Canal do Sertão, entre os anos de 2009 e 2014, e tem entre os investigados o ex-governador de Alagoas Teotonio Vilela Filho (PSDB-AL) e o secretário de Infraestrutura à época, Marco Fireman.
Policiais federais foram até a casa de ambos, localizadas em condomínios de luxo na capital alagoana, a fim de recolherem documentos que possam servir de provas no inquérito que apura suposta irregularidade em licitações, desvio de dinheiro público, corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
De acordo com informações do portal G1, pessoas ligadas às empreiteiras Odebrecht e OAS também são suspeitas de participação no esquema.

Nenhum comentário:

Postar um comentário