Juíza decreta prisão do ex-prefeito de Ielmo Marinho, Germano Patriota

A juíza Eliana Alves Marinho, da 1ª Vara Criminal de Natal, decretou nesta quarta-feira a prisão do ex-prefeito de Ielmo Marinho, Germano Patriota, para cumprimento de sentença transitada em julgado.

Patriota foi condenado consecutivamente nas instâncias judiciárias pelo atropelamento e morte da assistente social Regina Coelli de Albuquerque, em 2004, em Natal.
Em 2012, já prefeito de Ielmo Marinho, o Tribunal de Justiça o condenou a oito anos e dois meses de prisão. Desde então ele vem tentando revisar essa pena.
Procurada, a defesa de Patriota, feita pelo advogado Felipe Cortez, informou ao Blog do BG que “o mandado de prisão expedido é para o início do cumprimento de pena em crime de acidente de trânsito. O início da pena é no regime semi aberto, com uso de tornozeleira eletrônica, após a apresentação do sentenciado ao Juiz, que ocorrerá na segunda-feira”.
A condenação de Patriota ficou fixada em seis anos. Informações do Blog do BG.

* Assis Silva

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES