Maia diz que silêncio de Temer aprofunda crise de segurança

O deputado ressaltou que “o silêncio do Governo (Federal) vai aprofundar muito a crise na área de segurança no Rio”.
O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que as declarações do ministro da Justiça, Torquato Jardim, de que há conexão entre o comando da polícia militar e o crime no Rio pode ter “jogado fora” todo o trabalho da força-tarefa entre o governo federal e estadual que estava sendo montada para atuar no estado. Prestes a embarcar para Pisa, na Itália, Maia afirmou ao GLOBO que o ministro acusa sem provas, e com isso está possivelmente alertando os bandidos de que são alvo de uma investigação.
— Acho que ele pode ter atrapalhado a força tarefa, porque tudo o que ele falou estaria sendo investigado, tem um trabalho que não é só do Ministério da Justiça e ele pode ter jogado tudo fora. Se há informação de que o governador não manda mais, que o secretário não manda mais, e que os bandidos estão comandando os batalhões, é preciso tomar uma providência. Ou o governo não sabe o que está falando, ou vai ter que intervir — disse Maia, apontando, no entanto, que mesmo que a solução fosse uma intervenção federal no estado, o governo Michel Temer não tem, neste momento, condições fiscais ou políticas para tanto: As informações são de O Globo.
Leia mais

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES