Partido de Marina Silva está rachado e sem dinheiro para fazer campanha

Reportagem do ´Estadão´ relatou a crise vivida pelo partido Rede Sustentabilidade – o da ex-senadora Marina Silva.
É um ´coquetel´ complicado: dificuldades financeiras, crise ideológica e ameaça de debandada de filiados.
Com somente quatro deputados federais (todos eleitos por outros partidos em 2014), a legenda recebe por mês cerca de R$ 280 mil do Fundo Partidário.
É considerado pouco dinheiro para custear uma estrutura nacional.
Ainda conforme a publicação, a dificuldade em dialogar com outras legendas é outro ponto de divergência interna na Rede. O grupo mais ligado a Marina reluta em formar alianças com outras siglas para ampliar o tempo de exposição na TV em 2018.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEGUIDORES