16 dezembro 2017

PF quer que Aécio explique relação com membros do esquema de Cabral

A Polícia Federal quer que Aécio Neves explique que tipo de relação mantém com integrantes do escritório Andrade & Fichtner, investigado na Lava Jato por integrar o esquema de Sérgio Cabral, informa a Folha.

Conforme o MPF, a banca recebeu “vultosas quantias” de empresas que foram beneficiadas por atos da Casa Civil na gestão de Régis Fichtner, preso no mês passado.

Na casa de Aécio, a PF apreendeu em maio um documento sobre a compra e venda de um imóvel pelo advogado José Antônio Velasco Fichtner, irmão e sócio de Régis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário