02 fevereiro 2018

TSE e CNMP firmam acordo para utilização de dados eleitorais na localização de desaparecidos

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Gilmar Mendes, e a presidente do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Raquel Dodge, assinaram acordo de cooperação técnica que vai permitir o compartilhamento de dados com o objetivo de ampliar o Sistema Nacional de Localização e Identificação de Desaparecidos (Sinalid). A cerimônia, que aconteceu no gabinete da Presidência do TSE, foi acompanhada por ministros do Tribunal e outras autoridades.

Instituído em agosto de 2017 pelo CNMP, o sistema visa proporcionar uma melhor política pública das diversas instituições brasileiras para localização de pessoas. Desde outubro do ano passado, de acordo com a procuradora-geral Raquel Dodge, todos os ministérios públicos brasileiros aderiram a esse projeto, e após isso a localização de pessoas desaparecidas melhorou. O Rio de Janeiro, por exemplo, já indica uma maior eficiência na localização de 39% das pessoas registradas como desparecidas no estado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário